quinta-feira, abril 26, 2007

agravam-se as despesas públicas


Não sei até quando, muitos portugueses continuarão a acreditar nas medidas “bem intencionadas” do governo e no seu “bom desempenho económico”.
Não há trimestre que passe, em que não se verifique um agravamento das contas públicas.

Depois de chegados a 2006 com um Défice Público superior a 5,3% do PIB (excluindo as receitas extraordinárias), superior ao de 2004 (sem aumento do IVA e outros impostos), os portugueses mais atentos, olham estupefactos para os festejos de Sócrates do seu irreal Défice de 3,9%.
No Boletim Informativo de Execução Orçamental da Direcção Geral do Orçamento, relativo ao primeiro trimestre de 2007, pode ler-se: “A Despesa do Subsector Estado no primeiro trimestre do ano situou-se em 9.907,1 milhões de euros, representando um aumento de 4,1% relativamente a igual período do ano anterior”.
Esclarecendo ainda, quanto ao teor da Despesa, “procedendo à analise da despesa, verifica-se que as despesas com pessoal (mais 5,3%), as transferências correntes e de capital e as outras despesas correntes foram os principais responsáveis pelo acréscimo da despesa no primeiro trimestre de 2007”.
Estes números desmentem inequivocamente a propaganda do governo. A Despesa pública não está a diminuir, está pelo contrário a aumentar. Claro que para compensar este aumento de despesa os portugueses sofreram uma maior carga fiscal. Disso se dá conta no Boletim ao afirmar-se “Nos três primeiros meses de 2007, a receita fiscal registou um crescimento de 6,8% relativamente a igual período do ano anterior”.
Como sempre, são os contribuintes a pagar o descontrolo das despesas públicas.

5 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Mas podemos lá nós confiar nessa tal Direcção Geral...que se calhar até nem faz parte da Administração Pública....?????

5:40 PM  
Anonymous Anônimo said...

Hoje, 26.04.2007, Pág 23 no DN...." Câmaras vão cobrar taxa para pagar Protecção Civil...."

Aãhhhhhh...então afinal não há aumento de impostos ?????

Burrice...não.... isto não é aumento de impostos....amigo....estamos em Portugal ....o que há é uma taxa para a Protecção Civil....a pagar se calhar com a factura da água.....

Não temos dinheiro para nada....mas para mais uma taxa...lá isso temos de ter.....

Não tarda muito estamos a pedir para acabar com as Câmaras...

6:29 PM  
Anonymous Anônimo said...

O caro Blogger que me desculpe mas quando fala de Estado e despesas e tal....eu acho que dá para falar de tudo....daí.....


Olhe....DN, 26.04.2007, pág 38
...." a partir do próximo ano, os organismos públicos vão poder alugar trabalhadores do sector privado durante um determinado período para fazer face a necessidades provisórias......."

Terá isto a ver com professores, juízes...médicos....cantoneiros....oficias de justiça....ou técnicos tributários...Chefes de Repartição ....Fiscais de obras ou de .....tráfego aéreo...técnicos agrícolas....ou de fiscalização de actividades económicas....motoristas....secretárias e secretários....projectistas...contínuos...auxiliares de qualquer coisa....conservadores....diplomatas....???!!!

Bom ....o que sei é que o melhor é ir já fazer uma empresa de trabalho temporário ....

Não tarda muito ainda os trabalhadores vão poder mudar o Estado e os patrões para quem trabalham....( repare ...não é "de" é "os")

A rapaziada da gestão está empenhada em transformar a rapaziada com cérebro em matéria prima branca, tipo "activo produtivo"...mas vai descobrir que essa malta tem uma coisa ...mais ou menos a meio ....na parte da frente do corpo ...que se chama estômago...e vai ser uma chatice....

Até lá ...cantando e rindo....prá frente é que é o caminho....

7:12 PM  
Anonymous Anônimo said...

E até parece que agora há que deitar fora o pessoal....o que traduz valente proeza e vitória certa....

Já ontem no DN....se podia ler que ..."Prace reduziu pessoal do MAI para metade " .... "os quadros do Ministério da Administração Interna ( MAI ) ficaram agora reduzidos a 691 funcionários, quando antes eram 1560, disse António Costa "

Mas então que será feito dos 869 estômagos ?

Ninguém diz para onde foram...ou será que estão no sector privado...que está tão à espera de nada...como o Estado...???

Será que se reconverteram e estão nalgum CallCenter.....ou urgência de Hospital....ou pura e simplesmente andam por aí a ver as montras do Colombo ?

7:45 PM  
Anonymous joão said...

Quando os efeitos do Peak Oil (segundo muitos e bons já está ai)começarem a fazer sentir os seus efeitos isto vai tudo de pantanas(se não for antes). O pior é que não há forças ao meio, numa das pontas aparecerá um partido ou qulquer coisa organizada quando oportuno, na outra, um partido sempre ai esteve, aguentou firmr sabendo que a História iria novamente ter com ele e agora segue veloz pela estrada que lhe vão abrindo.

10:58 PM  

Postar um comentário

<< Home