terça-feira, dezembro 18, 2007

Os filhos do 25 de Abril


Os 36 arguidos do caso UGT/FSE foram esta segunda-feira absolvidos do crime de fraude e plano criminoso. O Tribunal da Boa-Hora apenas considerou atribuível o crime de burla na forma tentada ao dirigente do sindicato José Manuel Veludo, mas já prescrito.
O processo remonta a 1988/89 e tinha como arguidos, entre outros, o actual secretário-geral da UGT, João Proença, o seu antecessor, José Manuel Torres Couto, o antigo tesoureiro José Veludo e o também ex-dirigente Rui Oliveira e Costa.

Como é possível que um processo iniciado em 1988 só agora tenha o seu desfecho. Os responsáveis pelo estado calamitoso da Justiça em Portugal (e não apenas da Justiça) têm um nome – os políticos que nos têm (des)governado nas últimas décadas, os “democratas” filhos do 25 de Abril. A eles, e só a eles, devemos responsabilizar pelo estado miserável a que chegou o País, na Justiça, na Educação, na Segurança, na Saúde, na Economia. E continuam a nada fazer para alterar o que quer que seja, bem pelo contrário, pelas pedidas já tomadas e anunciadas só poderemos esperar o agravamento do estado actual das coisas.
Num processo que remonta a 2001 só agora foi ouvido no Tribunal de Cascais o antigo presidente PS da Câmara de Cascais José Luís Judas, como arguido num processo que envolve terrenos e um empreiteiro ligado a empreendimentos urbanísticos. Só agora, passados 6 anos!
Outros processos, por esse País fora, encontram-se em idênticas condições. Entretanto o nosso ministro com, grande contentamento, entretém-se a inaugurar novos Palácios de Justiça.

6 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Baaaaahhhh....isso são estatísticas desactualizadas...porque isto está tudo bem....a malta é que não sabe ler.....

...e quando não havia tribunais não era muito pior....?!?

8:16 PM  
Blogger Espectadora Atenta said...

Caro Ruy
Esta é a nossa triste realidade, infelizmente!
Sinais dos tempos meu caro amigo... E maus tempos se avizinham!
Abraço,

10:54 PM  
Anonymous excrente said...

São apenas episódios de um país que ficou bandalho de há uns tempos para cá ... !

10:59 PM  
Blogger JOY said...

Carissimo amigo,

O caso da Casa Pia vai pelo mesmo caminho, neste caso relativo a UGT segundo o tribunal há indicios bastante consistentes de burla tentada mas prescreveu. Há concerteza alguém que se deve estar a rir a esta hora .

JOY

2:53 PM  
Blogger ruy said...

Tem razão espectadora atenta, "esta é a nossa triste realidade", vamos ver até quando.O caso da casapia, joy, revela bem a miséria da nossa "justiça".
excrente, anonimos,
obrigado a todos pela visita,
ruy

3:07 PM  
Blogger vicissitude said...

Não foram estes que minaram a nossa reforma agrária?! Não foram e não são estes que dão cabo da nossa terra que tanto peso aguenta desse bando de vermes...?

5:11 PM  

Postar um comentário

<< Home