sexta-feira, outubro 20, 2006

A Iberdrola aumentou em 25,7% o seu lucro dos primeiros nove meses do ano, para mais de1,23 mil milhões de euros. Isto apesar do volume de negócios do grupo energético espanhol ter regredido 3,4% face ao mesmo período do ano passado, para 8,15 mil milhões de euros.
A quebra das receitas da Iberdrola foi determinada por Espanha, onde as receitas caíram 11,2% e anularam o efeito positivo do crescimento obtido noutras áreas de negócio, nomeadamente a nível internacional, onde o volume de negócios aumentou 20,2%, e na divisão não energética, cujas receitas subiram 12%.(Jn18.10.06)

4 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Quanto a energia a nova ordem é que pague o consumidor....mesmo que o desgraçado não tenha dinheiro nem para acender uma vela.

E esta do pagamento de retroactivos de energia ser culpa dos consumidores????

Realmente está tudo bem neste Reino ....Só há uma coisa a mais : O POVO!

7:05 PM  
Anonymous Anônimo said...

Pelo andar da carruagem ainda havemos de ter de pagar a divida contraída pelo D. Afonso Henriques quando se lembrou de guerrear a Mãe e o Primo castelhano!!!

7:06 PM  
Anonymous CHARME said...

O Princepezinho de Cascais filho do Rei anda muito inchado e já não liga à plebe. De tal modo que agora já nem ao PDM se quer submeter e descobriu a nova moda dos Projectos de Autor.
Paciência!
E outros são os escolhidos para dar seguimento às veleidades do Principe que pensa assim ficar na História da Vila : é a Marina, é o Cruzeiro, é o Estoril-Hotel e agora vamos a ver o que se vai passar na Cidadela.
Um dia quando se agarrar no princípio e procurar o fim da linha encontrar-se-á certamente um fio condutor com algumas ramificações.

4:35 PM  
Anonymous Anônimo said...

Olá...temos principezinhos na costa....

2:35 AM  

Postar um comentário

<< Home