segunda-feira, setembro 30, 2013

"elites extractivas"

Pela total semelhança com o caso português, é interessante conhecer a “teoria das elites extractivas” (ou ao que eu chamo a “teoria da corrupção institucional”) de César Molinas, economista espanhol. Há uma total identificação do comportamento da classe política da área da governação espanhola com a de Portugal. E, seguramente, que tais comportamentos das classes políticas de alguns outros países europeus não será muito distinta.
 Teoria das "elites extractivas" de César Molinas
1. O conceito “elite extractiva” é formulado pelos economistas Daron Acemoglu e Jim Robinson, e o definem como “um sistema de captura de rendimentos que permite, sem criar riqueza nova, extrair rendimentos da maioria da população em benefício próprio”.
2. O economista César Molinas aplica esta teoria ao caso espanhol. Afirma que a classe política espanhola se converteu num “grupo de interesses particular”, que criaram um sistema para captar (ou extrair) rendimentos da população com o fim exclusivo de manter-se à custa do contribuinte, directa ou indiretamente.
3. Esta elite política reproduz-se mediante um sistema eleitoral que não permite a eleição individual de candidatos, senão de partidos. Desta maneira as cúpulas partidárias controlam ferreamente todos os centros de poder do Estado.
4. A elite política espanhola tende a provocar borbulhas económicas de que nunca se responsabiliza, graças a seu controlo sobre os órgãos de regulação. O caso de Bankia (ou na situação portuguesa o caso BCP), é um exemplo claro: destroçaram-na e não se apurou nenhuma responsabilidade. Os políticos também causaram a borbulha imobiliária, pois tinham poder para decidir o preço do solo através de requalificações ou desenvolver planos urbanísticos. Outros exemplos são as subvenções às energias renováveis ou a construção de infra-estruturas desnecessárias, como palácios de congressos ou de justiça faraónicos, centros desportivos não terminados ou auto-estradas que ninguém usa.
5. As reformas estruturais que a situação actual exige foram convertidas em meros cortes e subidas de impostos, (corte nas funções sociais do Estado, aumento de impostos sobre o Trabalho, redução de salários e pensões, privatizações com a venda ao Capital e ao desbarato do património nacional) e não na supressão de fundações, empresas e organismos públicos parasitários. Quer dizer, cortaram nos rendimentos produtivos (a dos cidadãos e empresas privadas) e mantiveram as improdutivas (donde a classe política extrai os rendimentos).

5 Comments:

Anonymous Anônimo said...


Por falar em reforma do Estado....

...Ora...vejamos.... o Estado lembrou-se recentemente de taxar prá'i em 20% os prémios do euromilhões e outras lotarias legais do género...

Bom...como reforma do Estado e de mentalidades porque é que o Estado em vez de taxar ...não joga ele próprio no Euromilhões...??!!!

...assim talvez se pudesse falar de privatização...menos Estado... menos funcionários e reformados....igualdade de oportunidades...mercados.... e reforma do dito...!!

.....com grande alívio dos premiados....

7:03 PM  
Anonymous Anônimo said...


Em recente alteração do Código do Trabalho se diz que o acordo de adaptabilidade de horário de trabalho pode ser celebrado por proposta do empregador...presumindo-se a aceitação por parte do trabalhador que a ela não se oponha,por escrito nos 14 dias seguintes ao conhecimento da mesma....

..é moda recente...!!!
................tudo mais fácil ...!!!

....não tarda muito ainda vai aparecer que se presume que o empregador aceita o salário proposto pelo empregado caso não se oponha por escrito no prazo de 14 dias....

Ou será que o caro Blogger está já a pensar que eu sou um fervoroso adepto dos mercados...???

...e da igualdade das partes...???

7:14 PM  
Blogger Ueen Q said...

20150609meiqing
louis vuitton handbags
chanel handbags
burberry outlet
ralph lauren outlet
kate spade outlet
coach factorty outlet
jordan 11 columbia
jordan retro 3
louis vuitton uk
timberland pro
oakley sunglasses
ray ban sunglasses outlet
insanity workout dvd
ray ban glasses
prada uk
jordan 11 infrared low
tods outlet store
coach factory outlet
oakley vault
jeremy scott adidas
kd shoes
gucci outlet online
hermes birkin bag
louis vuitton outlet
michael kors outlet
lebron 12
cheap jordans
jordan 8 playoffs
jrodan retro
louis vuitton outlet

1:59 AM  
Blogger 柯云 said...

2016-06-02keyun
ralph lauren outlet
michael kors outlet clearance
coach outlet online
michael kors purses
coach outlet
michael kors outlet
cheap oakley sunglasses
coach factory outlet
jordan concords
michael kors handbags
montblanc pens
louis vuitton purses
michael kors
beats by dre outlet
coach factory outlet online
christian louboutin wedges
michael kors outlet online
michael kors handbags
fitflop shoes
replica watches
ralph lauren home
cheap basketball shoes
ralph lauren
basketball shoes
louboutin femme
coach outlet
coach outlet store
ralph lauren polo shirts
nike uk
louis vuitton bags
concord 11
true religion outlet store
oakley canada
michael kors handbags
coach outlet online
adidas originals
asics running shoes
true religion outlet online
ray ban sunglasses wholesale

6:41 AM  
Blogger Zheng junxai5 said...


zhengjx20160718
louis vuitton handbags
celine handbags
coach factory outlet
longchamp le pliage
retro 11
nike sb janoski
nike air max uk
cheap air jordans
ray ban sunglasses
gucci outlet online
true religion outlet
michael kors outlet clearance
toms wedges
lebron 12
michael kors outlet online
kd 7 shoes
beats by dr dre
coach factory outlet
kobe shoes
timberland boots
michael kors outlet online
ralph lauren outlet
louis vuitton outlet
tory burch boots
michael kors outlet
louboutin shoes
louis vuitton handbags
copy watches
kobe shoes 11
ralph lauren clearance outlet
adidas superstar
air max
michael kors outlet
fitflop shoes
oakley vault
cheap toms
louis vuitton purses
hollister clothing
longchamp outlet
adidas factory outlet

3:33 AM  

Postar um comentário

<< Home