segunda-feira, julho 03, 2006

tecnocrata radical


Uma comissão nomeada pelo governo, num estudo já entregue ao ministro das finanças, propõe a extinção de deduções à colecta em sede de IRS das despesas de educação, despesas com lares, energias renováveis e prémios de seguros.
Pouco importa conhecer o anúncio de que o aumento de impostos que dali decorre seria “compensado” com o abaixamento das taxas de IRS.
Poder-se-ia perguntar então, se a intenção do governo não é a procura do aumento de receitas, porque se daria ao trabalho de encomendar tal estudo? Custa a acreditar que tal se deva apenas a questões de melhorias “técnicas”.
A realidade demonstra apenas que o governo pouco se importa em manter a ilusão de que a governação é sensível aos sacrifícios suportados pelos cidadãos com os custos da educação, lares, energias e seguros.
Este governo, bem instalado na sua maioria absoluta, não se preocupa sequer em manter as aparências. Deixa cair a máscara e assume com todo o à-vontade a sua pratica tecnocrata radical.

7 Comments:

Anonymous José said...

Caro Blogger

O mal do Governo PS é que em dois anos quer desfazer aquilo que andou a estragar em 20 e tal anos.

É obra!

e, Inconsciência também, porque as pessoas não querem andar para trás querem andar para a frente, para melhor do que têm e o Governo /PS não sabe fazer isso.Não consegue ou não sabe....e....quando assim é ....se é menino vai para a escola ...( se houver escola....) se fôr Governo vai para a rua!.... (e há rua de certeza!)

Não há muito que enganar!

7:17 PM  
Anonymous Anônimo said...

Por falar em tecnocracia radical, acho mesmo que o Governo devia dedicar-se aos desportos radicais:
Por exº para-quedismo sem para-quedas.

Ficàvamos aliviados!

7:22 PM  
Anonymous Anônimo said...

Por acaso gostei de ver agora na TV o Sr. Primeiro Ministro a informar que com a extinção do Diário da República em papel e a passagem a digital vai legislar melhor!

Finalmente o choque tecnológico está a dar resultados !

Ainda bem ....

UHF! Já estava a ficar preocupado...ainda bem...o quê!? os desempregados ?....os funcionários públicos? e os professores inactivos? ....isso é uma espécie em extinção.

Vão para o quadro de supra....e pronto! Está o problema resolvido.

É preciso é que não andem na rua....e não atrapalhem!

Que chatice, andam por aí uns 6 milhões que não sabem o que andam a fazer? ....ah!....mas isso é igual aos outros 4 milhões...não há problema!

10:33 PM  
Anonymous Anônimo said...

FINALMENTE !

O Parlamento Europeu vai apreciar a conduta das Empresas que despejam desempregados aos pacotes para o "dolce farniente"

Mas que maçada...querem lá ver que o P.E. ainda vai dar ordens ao Barroso para pôr o pessoal a trabalhar!? e dar táu...táu...nas Empresas?

Meu caro ,enquanto isto tudo estiver entregue a funcionários, não há volta a dar.
Alguém pensa em pôr África a funcionar? E a China que se calhar está mais preocupada com a Europa do que esta consigo própria.

E em Portugal? Dá-se uma voltinha pelos Jornais e é vê-los com os seus artiguinhos, garantindo os quatrocentos contitos/mês, para não dizerem nada, porque como é bem visível não sabem. A teoria , em geral, é atirar a malta toda ao rio.....quando a malta não quer e, além disso...ainda por cima... quer comer!...


Não se vê uma medida de fundo?

Bem ao contrário: as coisas morrem por inércia - nem um médico são capazes de contratar agora para substituir os que vão de férias.

Torna-se desesperante ouvir os nossos noticiários!

10:47 PM  
Anonymous Anônimo said...

Caro Blogger.

Então não vê que o PS/Governo é tão sonhador que acredita na maioria absoluta?....e um dia acorda ....vai a contar.... e fica muito admirado porque não encontra os votos?

A governar ssim o que é que espera ?

10:59 PM  
Anonymous Anônimo said...

Golo.....da França!....

5:47 PM  
Anonymous Pestana said...

Por acaso chama-se Correia de Campos, também se pudia chamar Pim Pam Pum, mas é significativo que seja ministro, demonstra a decadência da nossa instituição política, pessoas como estas em cargos dee responsabilidade.

8:17 PM  

Postar um comentário

<< Home