sexta-feira, março 21, 2014

Sem vergonha

Pasme-se. Um governo que aumentou a dívida em 35 p.p. do PIB em apenas três anos de governança, qualquer coisa como um aumento de 53.000 milhões de euros (151 mil milhões de euros em 2010 e 204 mil milhões de euros em 2013, dados Pordata) ou seja cerca de 17.666 milhões de euros por ano ou 1.470 milhões de euros em todos os meses destes três anos, ou ainda 49 milhões de euros por dia, tem a suprema lata de dizer que toda a austeridade que foi pedida teve os seus frutos de controlo das contas públicas. Controlo das contas públicas quando aumentou a dívida pública como nenhum outro o fez, antes ou depois do 25 de Abril?
Nunca um qualquer governo antes deste viveu tanto acima das suas possibilidades e esbanjou tanto dinheiro. E sem gastos em qualquer obra pública ou apoio social. Ao contrário, com aumentos colossais de impostos, cortes sociais e roubos nas reformas.
Pelo menos os outros ainda faziam obra.
É preciso não ter vergonha e ter um grande descaramento.

7 Comments:

Blogger juncker naut non é juggernaut кешин said...

ó filho 3 anos atrás estava o socras

e 17 x 3 são 51

bolas inda sobram guterristas

inda alguém te lê?

12:42 AM  
Anonymous 30 anos de descontos e nã tou reformado- fui roubado said...

roubos dos reformados que ganhavam 120 contos em 1993 e agora ganham 1200 euros?

sim de facto foi um roubo

12:47 AM  
Anonymous Anônimo said...

viva socrates, que com uma reforma pequena consegue viver num casarão que para um francês médio custaria uns 15 mil de aluguer

mensal

12:49 AM  
Anonymous zedeportugal said...

Qual é a origem do gráfico? Ou, se foi o autor do artigo que o construiu, qual é a origem dos dados?

12:09 PM  
Blogger um judeusito said...


Dados muito importantes.
Servem para desmascarar por completo, os "conselhos" da Troika.

A troika é composta por Credores/investidores, e não por amigos, ou ajudantes.

Estes números provam que o objectivo desses credores/investidores, estão a ser atingidos.

Porque iriam esses bancos Internacionais e privados , como o Deutsche Bank, o JP Morgan, o Credit Suisse, etc, nos "ajudar" ?

O objectivo desses bancos, nossos credores, é dar prémios aos seus presidentes, etc.
E é dar dividendos (sempre que possível) aos seus principais accionistas.

Qualquer entendido "mínimo" nas actividades económicas, sabe isto.

É incrível como essa mentira de que nos querem "ajudar", ainda vinga... especialmente entre os neo-liberais, que dizem que percebem de economia. Uns nabos e graxistas.

11:34 PM  
Blogger um judeusito said...

Veja-se nos números que apresenta :

- um aumento da divida, em "qualquer coisa como um aumento de 53.000 milhões de euros" em 3 anos.

É uma optima noticia para esses bancos.

- "ou seja cerca de 17.666 milhões de euros por ano"

é um sonho para qualquer banco.

Como e quem não entende isto ?

-------

E como é que a divida tem aumentado ?
Porque nos evitam qualquer tipo de "crescimento".
Como não temos qualquer tipo de Crescimento, é preciso mais dinheiro para pagar dividas antigas.
O fenómeno das famílias endividadas, é igual. Tem empréstimos, e quando ficam desempregados, precisam de mais empréstimos para pagar os empréstimos que tinham.

11:40 PM  
Blogger um judeusito said...

A lata dessa gente da Troika é tanta, que até "aconselham" a baixar ordenados dos Públicos e dos Privados, como já o fizeram várias vezes.

Quer dizer, além dos cortes, os credores da Troika ainda dizem para nos baixar ordenados

Ora isso nada tem a ver com dividas. E se tivesse, obvio que o unico bom conselho seria AUMENTAR OS RAIOS DOS ORDENADOS.

Com mais dinheiro, paga-se as dividas. Quem não percebe isto??? ;O

Mas não, ao dizer para baixar os Ordenados de Públicos e Privados, produzem um fenómeno igual a esse das familias sobre-endividadas.


Precisamos de mais dinheiro dos Credores, apenas para pagar a esses mesmos credores.

Como não se entende isto, é um espanto total.

11:49 PM  

Postar um comentário

<< Home